Rio de Janeiro com o Espírito Carioca

Geração Coca-Cola

Legião Urbana em dose dupla nos cinemas

post por Amanda Scarparo - 13 Mai 2013 às 06:17

Há quem chame os anos 80 de ‘década perdida’.  Mas a onda nostálgica em volta dos 80’s e principalmente de uma das bandas ícone da época prova que a dobradinha melancolia-rebeldia típica da época ainda bate nos corações oitentistas. Não é de hoje que o frontman da Legião Urbana desperta paixões, mas é curioso um momento como este, quando duas produções se dedicam ao cantor (ou à sua obra) e alcançam destaque de público e crítica. Prova disso é ‘Somos tão Jovens’, filme que conta o início da transformação de um inquieto Renato Manfredini Jr. em Renato Russo, e já contabiliza a maior bilheteria nacional de 2013 até agora.

A história se baseia no início da carreira de Renato e relembra o garoto que amava a literatura, dava aulas de inglês e tinha em si  uma inquietude que o faria formar uma legião de fãs pelo país, com sua Legião Urbana. Muito centrado na persona do cantor, ‘Somos tão Jovens’ apresenta o ator Thiago Mendonça transformado em Russo, desde os trejeitos típicos até o timbre grave e a intensidade nas performances de Renato.

Outro sinal de que a Geração Coca-Cola que cantava e encatava Renato Russo permanece a todo vapor foi o lançamento do trailer oficial de ‘Faroeste Caboclo’, que em menos de 48 horas teve coisa de um milhão de acessos na rede. Quem não se lembra do desafio de cantar a plenos pulmões os versos intermináveis da canção de mais de nove minutos? Não tinha uma rodinha de violão que resistisse aos três acordes da banda...‘Faroeste Caboclo’ chega às telas no próximo dia 30 para contar a história de João de Santo Cristo, que desembarca numa Brasília agridoce buscando uma vida melhor. João come o pão que o diabo amassou e vive um grande amor com a menina Maria Lúcia, papel de Ísis Valverde no cinema.

Gostando ou não dessa atmosfera oitentista-retrô, ou sendo um legionário até hoje ou mesmo não tendo muito saco para Renato e cia.,  há de se reconhecer que uma mítica paira sobre a figura do líder da Legião Urbana. Um quê poético, profético, deprê, under, over ou seja lá o que for, anda fazendo muita gente lotar as salas de cinema para assistir a Legião em forma de filme. 

 

Aqui você confere uma palhinha dos dois! Assista e deixe sua opinião aqui pra gente! :)