Rio de Janeiro com o Espírito Carioca

Qual é o seu bloco?

Tá com crianças? Na pista? Não curte samba? Deve ter um bloco para você por aqui.

07 Fev 2013 às 07:57

Carnaval 2012, Ramon MoreiraComo a gente já falou por aqui antes, Carnaval carioca tem bloco, fantasia e roteiro pra tudo que é gosto. Pensando em quem não conhece o perfil de cada bloco ou não tem muito saco para organizar uma rotina carnavalesca, o Posto Zero resolveu listar algumas sugestões de roteiro, de acordo com o seu clima. Tá perdido? Acha que bloco é furada? Não sabe direito onde libertar o folião que há em você? A gente te ajuda! Ah, o Carnaval...

Veja qual é a boa se....

...está com crianças:

Que Caquinha é essa? É a versão mirim do “Que M...é Essa?”, tradicional bloco que há tempos vinha recebendo pedidos para uma folia para os pequenos. Sai no domingo (10) com o casal de mini mestre-sala e mini porta-bandeira saindo com fantasias usando material reciclado.

A Banda Infantil de Ipanema faz sua festa para os pequenos na segunda de Carnaval, na Pça. Gal. Osório, às 17h. Adultos só entram acompanhando crianças.

Também na segunda, o Largo do Machadinho, Mas Não Largo do Suquinho traz no repertório cantigas de roda em ritmo de marchinha executadas por uma banda de jovens. Lgo. do Machado às 9h.

 

Carnaval 2012, Ramon Moreira...quer curtir outros ritmos além do samba:

Bloco do Sgto. Pimenta é para quem quer os hits dos Beatles só que em ritmo de Carnaval. No ano passado, a rapaziada do bloco foi 

 

até a terra da Rainha e parece que a galera lá ficou de cara com as versões do iê-iê-iê balancê. Mas o bloco lota, portanto, se você não quer multidão, deixe para ouvir seu Sgt. Peppers em casa mesmo.

O Block n’ Roll  faz a alegria de quem curte um bom rock pesado mas não quer ficar de fora da bagunça carnavalesca. O repertório vai de Metallica a AC/DC e faz seu desfile na terça (12) na Praça da Iaiá, na Iha do Governador, a partir das 17h.

Já o Super Mario Bloco faz uma boa batucada ao som das musiquinhas do game Mario Bros. Com direito a fantasias inspiradas no jogo que fez muito marmanjo passar as tardes colado na tela da TV, o bloco guarda a sete chaves local e data da apresentação deste ano. Mas a gente sabe que as chances são boas de ver Mario e Cia pelas ladeiras de Santa na quarta de Cinzas.

Se você é daqueles que não se aguenta e berra em qualquer show "toca raul!", eis o seu bloco! O Toca Rauuul faz uma festa em homenagem ao grande Raulzito, com direito a figurino e um repertório incluindo clássicos como "Mosca na Sopa", "Al Capone" e "Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás".

Para soltar os ombrinhos e dançar ao som de uma boa música latina, suba as ladeiras de Santa e se acabe ao som do Songoro Cosongo. Músicos brasileiros, argentinos, venezuelanos, colombianos e chilenos fazem uma batucada que só vendo para crer. Até o fechamento deste post, maiores informações sobre o desfile do Songo não tinham chegado na nossa redação. Mas é todo ano a mesma coisa, então...há luz no fim do túnel.

 

...está na pista e quer ver gente bonita:

Já é tradição ver e ser visto ali pela rua Dias Ferreira, no Azeitona Sem Caroço. Gatas-garotas e meninos do Rio chovem pela área em um dos blocos da Zona Sul mais famosos pelos colírios que curtem a folia por lá.

O Cordão do Boitatá sempre reúne uma moçada bonita e fantasiada, super no clima carnavalesco-carioca. Cada vez mais cheio, o bloco, que faz uma apresentação parada na Praça XV, tem cada vez mais opções para os olhos atentos. 

A Rocha da Gávea diz a que veio no quesito 'buniteza' já na bateria do bloco, recheada de moças e rapazes formosos fazendo um batuque do bom, levando a galera ao chão, chão, chão. A Gávea costuma ficar pequena quando A Rocha desfila.

Se a coisa não foi muito boa para você nesse Carnaval, é na quarta de CInzas que você vai sair da lisura. No Me Beija que eu Sou Cineasta, gente bonita e descontraída é o que não falta.

 

...bloco pra você é sinônimo de tradição:

O mais antigo bloco carnavalesco do Rio tem a fama de ser também o maior do mundo. O Cordão da Bola Preta arrasta por volta de 2 milhões de pessoas pela Avenida Rio Branco, todas devidamente vestidas de branco com bolinhas pretas e cantando a plenos pulmões "Quem não chora não mama / segura meu bem, a chupeta / lugar quente é na cama, ou então no Bola Preta!"

Não tem como fugir do clichê: se você nunca viu a Banda de Ipanema passar pela orla do bairro, levando a bateria cascuda seguida das drags queens, então ficou faltando algo no seu Carnaval. Mesmo que seja lá da areia, mesmo que seja só uma vez, veja a Banda passar cantando coisas de amor.

Irreverente que só, o Simpatia é Quase Amor arranca muitas palmas e sorrisos no seu desfile, com seus sambas bem-humorados levados no gogó pelo povo. Aliás, você sabia que as cores do Simpatia, o amarelo e o roxo, são em homenagem ao famoso cura-ressaca Engov? Pra você ver que por trás de uma tradição carioca, há sempre uma boa piada.

Na meiuca de Botafogo, o Barbas era um bar que reunia jornalistas e intelectuais que se opunham à ditadura. Até que em 1985, os gaiatos formaram um bloco, que teria um samba e um carro-pipa para refrescar a cuca de quem ia atrás do baticum. 

Reza a lenda que um dia, uma freira foi vista pulando o muro do convento das Carmelitas para brincar o Carnaval em Santa. Daí veio o nome do bloco que lota as ruazinhas do bairro, que claro, tem uma boneca em forma de freira serelepe como mascote. E o plural do nome Carmelitas foi o seguinte: para não incriminar uma freira sozinha, todos resolveram vestir um véu em solidariedade à freira-foliã. Eis a prova de que o Carnaval é um tempo fraterno.

 

...muvuca pra você não é problema, é solução:

Bangalafumenga, MonoblocoSargento Pimenta são daqueles blocos que se transformaram em mega-blocos, com uma bateria sinistrona e que levanta até defunto. E vamos ser sinceros, se fosse ruim não lotava, certo? Certíssimo, nos três casos. O batuque potente faz com que todo mundo goste, a coisa vire um pouco moda e aí....vai quem não liga para a multidão e curte uma sonzeira boa. Quem tá na chuva...
 

• Quer mais? Clique aqui e fique por dentro da agenda carnavalesca completa no Posto Zero.