Rio de Janeiro com o Espírito Carioca

Quatro ideias para um Rio mais sustentável

Repensando a cidade no Dia Mundial do Meio Ambiente

post por Marcelo Gluz - 05 Jun 2013 às 08:48

O economista Jeffrey Sachs, diretor do 'The Earth Institute' da Universidade de Columbia, juntou-se a um time de especialistas dos quatro cantos do mundo para lançar uma prévia dos 10 objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Hoje, 5 de junho, no dia mundial do meio-ambiente, o Posto Zero escolheu quatro desses objetivos para nortear ideias para um Rio mais sustentável. E as suas ideias? Comente lá embaixo e nos conte.
 

energia solar no rio de janeiro: chuveiros das praias e outras ideias1. Energia para uma cidade solar
Aproveitar a presença constante do sol nos céus cariocas, embarcando na iniciativa recente de instalar duchas ecológicas na orla de Ipanema. No caso do chuveiro que fica em frente à Rua Vinícius de Moraes, o funcionamento fica prejudicado à noite e em dias nublados e chuvosos, mas como a demanda maior é justamente nos dias de sol, a ideia ganhou o apoio da população.

E se as placas solares fossem instaladas também nos tradicionais postos de salvação? E se pudéssemos recarregar nossos celulares em pontos de energia solar, como a Oi testou recentemente numa praia gaúcha? E se a ideia crescesse para quiosques interativos de informação, como foi implementado nos ‘Infopoints’ de Milão? A criatividade carioca vai encontrar novas formas de usar a presença do astro-rei em nossas terras. 

• Confira os melhores points pra aproveitar o Rio sustentável, segundo os cariocas

 

 

ir trabalhar de bicicleta deveria ser mais fácil no rio de janeiro2. Empresa com chuveiro e bicicletário 
Para que o Rio, com seus 235 km de ciclovias, vire de fato a capital das bicicletas, não basta declarar apoio às magrelas. É preciso criar condições pra que se deixe os carros na garagem pra ir trabalhar de bike. Quem já tentou isso sabe que os dias de calor podem inviabilizar a operação. Chuveiro no escritório já!

A prefeitura de Buenos Aires criou o programa 'Mejor en Bici' para incentivar que as empresas da capital portenha implementem vestiários e bicicletários em suas sedes. Aqui no Brasil, empresas como Perdigão e Roche premiam os bikers com vários benefícios, incluindo até (no caso da segunda) café-da-manhã grátis. Mas o Rio merece mais ainda. Que tal propor a criação de uma lei municipal que faz com que as empresas disponibilizem chuveiros para seus funcionários? Um simples chuveiro pode fazer uma grande diferença na qualidade de vida e do ar.

Confira os melhores lugares pra andar de bicicleta pela cidade, segundo os cariocas

 

 

posto zero e a iniciativa de tirar o plástico das praias cariocas3. Sem tartarugas engasgadas 
publicamos aqui, há alguns meses atrás, nossa iniciativa de usar copos biodegradáveis para substituir os copos plásticos das praias cariocas. Mas grandes problemas exigem soluções mais abrangentes.

O impacto negativo que os dejetos plásticos tem nos animais marinhos já é amplamente conhecido. Que tal deixar copos e sacolas longe das praias cariocas? É claro que o problema é global, mas soluções locais são sempre mais efetivas e estão na nossa mão.

Mostre o quanto você sabe sobre esportes radicais no nosso Desafio Pepê

 

 

 

 

 

consumir produtos saudáveis de produtores locais é a saída para mais de um problema4. Comer o que é produzido nos nossos arredores
Se interessar pela procedência dos alimentos que consumimos é um ato de cidadania. Reforçar os produtores locais ou das cercanias do Rio nos garante, ao mesmo tempo, alimentos frescos e um cinturão verde ao redor da cidade.

Na nossa vizinha mais cinzenta Sampa, o movimento Locavore busca divulgar opções para quem quer consumir alimentos sustentáveis. Outro exemplo bacana é o da Rede Municipal de Ensino de Paraíba do Sul, onde a merenda escolar vem sendo comprada de produtores locais. Mas o exemplo mais notável é o da Federação de Produtores Locais Certificados da Califórnia, que conta com um amplo esquema de distribuição por todo o estado, que torna possível comprar direto de quem produz os alimentos, cortando intermediários em nome do incentivo da economia rural do estado e de comida mais fresca nas mesas. Precisamos desse movimento aqui no Rio.

• Confira os melhores Restaurantes Naturais da Cidade, segundo os cariocas