Rio de Janeiro com o Espírito Carioca

Show_bg
Reimaginado por

Maria Rezende

Ver todos
Quotes 9_inner

Maria Rezende é carioca, poeta, dizedora e montadora. É autora dos livros de poesia 'Substantivo Feminino' e 'Bendita Palavra' e blogueira do Maria da Poesia. Pra esse especial do Posto Zero, Maria escolheu 3 programas do lado bucólico e alternativo do Rio.

1. Tranquilidade

Instituto Moreira Salles. Antiga casa do banqueiro Walter Moreira Salles, no Alto Gávea, virou um centro cultural delicioso. A casa tem exposições de artes plásticas e fotografia, com uma curadoria sempre especial e um cinema aconchegante com uma programação incrível. Muitas vezes há mostras de cinema que conversam com a exposição em cartaz, aprofundando a experiência. Vale a pena almoçar ou lanchar por lá, o café tem comidinhas gostosas e mesas do lado de fora em frente ao lago das carpas. Andar pelo jardim ao redor da casa, aliás, é um belo jeito de terminar o passeio - eu recomendo sentar no banquinho ao lado do pau mulato, a árvore mais lisinha e linda que eu conheço.

2. Novidades

O CEP 20.000 é um ninho de novidade. Um evento que reúne música, dança, performance, teatro, cinema, mas no qual a palavra é a grande dama. Fundado em 1990 pelos poetas Chacal e Guilherme Zarvos, foi palco das primeiras apresentações de artistas hoje consagrados como Pedro Luís e a Parede, Michel Melamed, Viviane Mosé, Cabelo. A tônica do evento é dar voz a jovens talentos, e pra isso além da programação oficial há sempre um microfone aberto para os corajosos. A casa do CEP é o Espaço Cultural Sergio Porto, no Humaitá, mas hoje ele acontece também no Imperator, casa de shows na Zona Norte do Rio, e ocasionalmente em bairros como Pavuna e Rocinha. Como o próprio Chacal disse em seu poema intitulado “CEP”, para saber o que é o CEP 20.000 “só indo / só vendo / ouvindo / vivendo”. No Humaitá toda última 5a feira do mês, às 20h, mas vale ficar ligado na Página do CEP 20.000 no Facebook.

3. Delícias

Empório Jardim. Numa rua calminha do Jardim Botânico, que faz você se sentir numa cidade do interior, abriu recentemente esse mix de restaurante, café, padaria e bistrô. Com uma das varandas mais gostosas da cidade, eles servem café-da-manhã o dia todo, ótimo pra quem não tem hora pra acordar e não quer pular direto pro almoço. O melhor é que as opções vem num papelzinho onde você marca o que quer, de acordo com a fome - ou a gula! Não perca os pães de queijo de gruyere, a tapioca, o pão sem gluten, o ovo mexido que vem numa panelinha linda, a granola e o iogurte caseiros, o chá da casa... As saladas e sanduíches também são incríveis, e as sobremesas divinas - a torta de pistache com framboesa é minha favorita. Como a casa também é uma padaria, você ainda pode levar pra casa pães, quiches e bolos. Confira!